You are here: Home // Brasil, Destinos, Minas Gerais // INHOTIM – Brumadinho – MG

INHOTIM – Brumadinho – MG


Texto por Lígia Luciene Rodrigues (Equipe Guia do Viajante)
Fotos por Fernanda Dodi

O Instituto Inhotim fica na pequena cidade de Brumadinho – MG, a menos de 60 Km de Belo Horizonte. Centro de arte contemporânea e botânica, com acervo de grande importância nacional e internacional, Inhotim é um lugar como nenhum outro no mundo.

inhotim_01.jpg

Foi criado pelo empresário do ramo de mineração Bernardo Paz, em sua fazenda, primeiro com a participação do paisagista Roberto Burle Marx (1909 – 1994) que na segunda metade dos anos 80 colaborou com a criação dos jardins numa área de 6 mil metros quadrados da propriedade de Paz. Dessa parceria nasceu o maravilhoso paisagismo, que conta com imensa coleção de palmeiras e espécies raras de plantas nativas e exóticas, tudo isso formando desenhos com grandes árvores que geram boas sombras, como é o caso do Tamboril e vegetações rasteiras que colorem o chão.

inhotim_10.jpg
A árvore Tamboril, um dos símbolos de Inhotim.

Anos mais tarde, da amizade com o artista plástico brasileiro Tunga, nasceu a coleção de arte contemporânea, primeiramente com a instalação True Rouge, de 1997, do artista.
A coleção de arte contemporânea de Inhotim foi crescendo e ganhando importância, mas até então era apenas uma coleção particular. A partir de 2004 foi criado o Caci – Centro de Arte Contemporânea Inhotim, que recebia apenas convidados e visitas agendadas, principalmente com as escolas de Brumadinho. Já em 2006 foi criada toda a infra-estrutura para receber o grande público.

inhotim_08.jpg

Além do paisagismo e da arte contemporânea, as obras arquitetônicas são outro espetáculo. Os edifícios são construídos para abrigar as obras da coleção e pavilhões inteiros são dedicados aos artistas. Muitas galerias possuem claramente o conceito de cubo branco explorado até o seu limite, como é o caso da Galeria Doris Salcedo, outras possuem volumes interessantes que exploram a relação com o entorno como a obra projetada pelo arquiteto Paulo Orsini que abriga True Rouge e parece flutuar sobre o lago, ou a belíssima Galeria Adriana Varejão com seu volume elevado e seu reflexo no espelho d’água.

inhotim_04.jpg
A Galeria True Rouge com a obra de Tunga.

inhotim_02.jpg
A Galeria Adriana Varejão

No acervo da arte contemporânea é muito significativa a presença tanto de artistas nacionais, quanto internacionais, e os trabalhos em exposição sofre transformações constantes, com novas aquisições e segundo os monitores, a cada 2 anos, as obras das galerias são trocadas. Os destaques vão para a Galeria Cildo Meireles com as obras Desvio para o vermelho, Através e Glove Trotter. Outra obra de Meireles, Inmensa está ao ar livre.

inhotim_05.jpg
Inmensa de Cildo Meireles, obra de 1982 – 2002

A Galeria Adriana Varejão, tanto pela beleza de seu edifício, como das obras Linda do Rosário, O colecionador, Celacanto provoca maremoto, Panacea Phantastica e Passarinhos – de Inhotim a Demini. A Galeria Cosmococa de Helio Oiticica e Neville D’Almeida, são 5 ambientes totalmente interativos que conta até com uma piscina na qual o espectador pode entrar. A emocionante instalação sonora Forty Part Motet da artista canadense Janet Cardiff, assim como o Som da Terra de Doug Aitken.

inhotim_09.jpg
De Jarbas Lopes os fuscas da obra Troca-troca de 2002, e atrás vê-se parte da Galeria Cosmococa

inhotim_11.jpg
Som da Terra de Doug Aitken

inhotim_07.jpg
Vista panorâmica na obra de Olafur Eliasson

inhotim_06.jpg
O site-specific de Chris Burden

Dicas de como Visitar:
– Mapa: logo na entrada você recebe o mapa de Inhotim. Tenha ele sempre a mão, tanto para organizar a sua visitação, como para se localizar, saber se um local está próximo ou distante, marcar os lugares já vistos. Não existe uma rota ou orientação de caminho a ser seguido, o bacana é explorar o território sem ordem obrigatória, com a possibilidade de diferentes pontos de vista.
– Transporte interno: Por 10 reais a mais (pagos logo na entrada ou a qualquer momento nos pontos iniciais dos carrinhos) você pode pegar quantas caronas quiser para determinados pontos de Inhotim com os carrinhos elétricos. Existem algumas obras que estão muito afastadas das galerias centrais e para chegar a elas, você precisa caminhar por estradas ou trilhas no meio da mata. Boa opção para economizar tempo.
– Chuva: como a área de Inhotim é grande, a qualquer momento do dia o tempo pode dar uma virada e a chuva começar, principalmente na época do verão. Mas não se preocupe, nas saídas das galerias, pavilhões de artistas e restaurantes, eles oferecem guarda-chuvas, daqueles grandes, ótimos para se proteger e continuar a visita numa boa pelo parque.
– Monitores: sempre muito bem educados e informados os monitores, em sua maioria jovens da cidade de Brumadinho, estão sempre a disposição para tirar qualquer dúvida e ajudá-lo no que for preciso.

– Dicas de roupas e calçados para a visita: lembre-se que você vai caminhar bastante, portanto é imprescindível o uso de roupas confortáveis e leves. Se você é sensível ao ar-condicionado, carregue algo para vestir dentro dos pavilhões e galerias climatizados. Sapato confortável e fechado é a pedida, principalmente para adentrar a instalação de Cildo Meireles, “Através”, na qual você é convidado a andar sobre cacos de vidro. Já para a instalação “Desvio para o vermelho” do mesmo artista, esteja preparado para tirar os sapatos para poder circular pela obra. E roupa de banho é a pedida para a surpresa que a “Cosmococa” de Helio Oiticica e Neville D’Almeida lhe reserva.
– Alimentação: Inhotim possui algumas opções para almoços e lanches. O Restaurante Tamboril e o Bar do Ganso tem Buffet sofisticado, portanto mais caro. O Restaurante Oiticica, com belíssima arquitetura e ambiente gostoso, tem um ótimo buffet com preço a quilo, mais acessível. Algumas outras lanchonetes estão espalhadas pelo instituto, com ótimas opções para um lanche rápido. A barraca de cachorro-quente é a opção mais barata (R$ 5,00 o hot-dog em janeiro de 2011). Não é permitido fazer piquenique e o visitante é proibido de entrar com bebidas alcoólicas e alimentos em geral.

inhotim_03.jpg
O Restaurante Oiticica ao fundo.

– Lojinha: A loja conta com diversos tipos de lembranças e objetos de design exclusivos. Para quem é da área de arte, o catálogo de Inhotim é uma publicação necessária.
– Tempo disponível para dedicar a visita de INHOTIM: se você tem interesse por arte contemporânea, quer assistir aos vídeos etc, ou gosta de botânica e quer saber sobre as diversas espécies do parque, a equipe do Guia Do Viajante sugere dois dias para uma visita completa, com um dia apenas caminhando pelas galerias mais centrais e outro dia pegando carona com o transporte interno. Agora, se seu interesse é passear por um lugar bonito, com arte contemporânea e boa comida, um dia é suficiente, para conhecer bem as principais obras e desfrutar do paisagismo maravilhoso.

Serviço

INHOTIM
Rua B, 20, Inhotim, Brumadinho – MG – Brasil
CEP: 35460-000
Tel: + 55 31 3227 0001
e-mail: info@inhotim.org.br

www.inhotim.org.br

Horários de Funcionamento
Quartas, quintas e sextas: 9h30 – 16h30
Sábados, domingos e feriados: 9h30 – 17h30

Preços
Entrada R$ 16,00 (em janeiro de 2011)
Meia-entrada para maiores de 60 anos e estudantes com carteirinha
Entrada Gratuita para menores de 6 anos
Transporte Interno R$ 10,00 (em janeiro de 2011)

Onde se Hospedar:
A opção mais próxima é no centro de Brumadinho, que fica a apenas 4 ou 5 kilometros de Inhotim, só que a cidade não possui muitas opções, apenas algumas pousadas pequenas e simples.

Pousada Lafevi – Brumadinho (4 km)
Informações e reservas: (031) 3571-1375 – 3571-1978 – 8795-9862 – 9948-0261
Fale com o Sr. Luis ou com o Sr. Salvador, se lá não houver vagas, eles costumam indicar outra pousada do centro da cidade.

Hotel Fazenda Horizonte Belo – Brumadinho (9 km)
Informações e reservas:(031) 3261-1515

Pousada Fazenda Nova Estância – Córrego do Feijão (12 km)
Informações e reservas: (031) 9984-2923/3346-5280

Como Chegar
De ônibus: Aos sábados, domingos e feriados, com saída da Rodoviária de Belo Horizonte às 9h (plataforma F2) e retorno às 16h. O percurso tem a duração de 1h30 e a passagem de cada trecho custa R$ 12,90. Informações pelo telefone: 31 3419 1800

De carro: Tanto vindo de São Paulo como de Belo Horizonte, pegar a Rodovia Fernão Dias, saída do Km 500, pegar estrada em sentido Mário Campos – Brumadinho. Vai cruzar a pequena cidade de Mário Campos e logo em seguida chega em Brumadinho. A estrada é estreita e de mão dupla. Ao passar por Mário Campos torna-se a principal avenida da cidade, com trânsito local. Atenção, a estrada também tem muito movimento de caminhões das mineradoras da região, praticamente todos os dias da semana.

12 Respostas para " INHOTIM – Brumadinho – MG "

  1. #1 - jennifer says:

    achei super bacana e otimo o lugar

  2. #3 - Simone says:

    Adorei! o Inhotim e o texto, concordo com tudo!e reforço a idéia de que é necessário conhecer esse lugar!

  3. #4 - Cristiano Paz says:

    Esta muito bom o texto e as informações corretas.Parabéns Ligia.

  4. #5 - Luciano says:

    Olá, gostei muito do texto, as indicações parecem ótimas! Viajarei com um grupo de amigos da faculdade e, lógicamente, somos todos duros! Sabe se há alguma espécie de albergue ou hospedagem mais barata? Ou até mesmo campings?

  5. Foi o melhor aniversário que passei. Belíssimas paisagens e esculturas fora de série. Nota 10!

  6. #8 - Lucimar says:

    Sou bióloga, professora de ciências e biologia, desenvolvo atividades de visitas e ou excursões em locais que apliquem a sustentabilidade e a educação ambiental, dessa forma acredito desenvolver no meu aluno o respeito e o carinho ao meio ambiente. Gostaria de saber como devo proceder para isso: onde ficar mais em conta, se há munitores para receber um número de 50 alunos mais ou menos, qaunto tempo gasto para uma boa visita. Atenciosamente.

  7. #9 - Orlando Silva says:

    Boa noite ,de ontem para hoje,encontrei uma mochila com vários documentos de um funcionário de vocês(foi encontrado o crachá) do Diego Jose Rodrigues Pimenta,favor entrar em contato com Orlando no 8463-4785.

  8. #10 - Dário Lopes says:

    Estou pretendendo comprar algumas mudas de plantas, preferencialmente palmeira Bismarquia nobilis para serem plantadas na AABB-BH. precisaremos pagar entrada ?? 4/5 pessoas. Qual dia da semana é mais fácil ? Obrigado e parabéns pelo trabalho de vc, é fantástico.

    • #11 - Roza M R says:

      Olá Dario,

      Nào posso te responder esta questão pois nosso site é de divulgação de viagens e passeios.
      Talvesw você possa esclarecer sua dúvida telefonando para o Instituto Inhoitim 3227-0001 ou
      por email inhotim.org.br; 3a/6a.9h30/1oh30’sáb0dom. 9h30/17h30.
      Espero ter ajudado.
      Equipe Guia do Viajante

  9. #12 - eliezer spakoski says:

    moro em penedo rj,que e tambem um parque ecologico muito lindo.
    adorei ter conhecido nhotim, a paisagem, os guias, pois e um lugar em que te transmite mt paz.
    vale a pena conhecer.

Deixe seu comentário

Copyright © 2002 - 2013 Guia do Viajante. All rights reserved.